4 de novembro de 2017

A lunação de Libra começou em 19 de outubro com a marca da imprevisibilidade, querido Peixes. Começou com eventos inesperados, ou talvez nem tão inesperados assim, embora possam ter surpreendido pela forma como ocorreram ou ter se revelado diferentes do que havia imaginado. Em questão, os relacionamentos e as finanças, ou seja, tratam-se das associações onde recursos são compartilhados, como em um envolvimento íntimo, uma sociedade, divisão de ganhos e comissões, bens e herança de família, o amigo com quem divide o apartamento. Uma lua nova no setor das crises do seu horóscopo sempre traz à tona algo que precisa ser transformado, e esse processo seguirá até dezembro com Marte tirando ainda mais coisa lá do fundo pra ser encarada sob nova luz, o que mexe com seus brios, mas também expõe suas sombras, enquanto você continua no esforço por melhores condições.

 

Mas os prognósticos são de crescimento. O Sol em Escorpião junto com Júpiter estão abrindo caminhos novos e nunca antes percorridos. Ainda está muito no princípio pra ter certezas a longo prazo, embora já possa ter feito suas escolhas, mas essa é uma fase de descobertas. As oportunidades vão aparecendo, você vai aprendendo e compreendendo. Continua sendo uma fase ótima pra todo tipo de estudo, pra investir na comunicação e buscar sentidos pra sua vida. Então faça contato com quem tenha os meios, as informações e os recursos que lhe faltam, viaje, adquira conhecimento. No dia 4, a Lua cheia em Touro será importante pra você sair da teoria pra prática, quer dizer, de que valem essas aspirações se não forem aplicáveis? Serão dias pra averiguar se você está tendo resultados ou se precisa pensar diferente e refazer os planos. Será uma lua cheia amigável, o que significa que você terá apoio de gente querida, porém na intimidade as coisas podem estar mais erráticas por causa das dúvidas, você na dependência de decisões que não estão sob seu controle.

 

Mercúrio entra em Sagitário no dia 5 pra agilizar as conversas no trabalho. Daí vai ser mais fácil negociar. Com Vênus em Escorpião a partir do dia 7, novidades afetivas à vista – solteirxs podem conhecer alguém novo, possivelmente fora de seu círculo, talvez numa viagem. Mas as paixões podem ser platônicas, cuidado com a idealização. Quem já tem par, envolvimentos intensos, mas as condições serão de maior independência. No dia 18, a lua nova em Escorpião abre um ciclo em que respostas virão e uma direção será tomada – e você vai ter trabalho pra estruturar essa visão em algo real. O Sol em Sagitário ilumina a carreira a partir do dia 22, e você vai ter algum resultado do que vem tentando construir.

1 de outubro de 2017

Sem crise não há transformação, querido Peixes. Em maior ou menor grau dependendo da história de cada um, de alguma forma neste ciclo que começou em 20 de setembro, você está tendo que olhar pra dentro dos seus medos e desejos até chegar às suas verdadeiras motivações. Em ciclos como esse, algo chega ao fim. Pode ser uma relação, projeto, emprego, pode ser simplesmente um fechamento de ciclo e de questões que se arrastavam, mas provoca mudanças, mexe com as emoções. É hora de buscar recursos e talentos interiores e se transformar. Recursos materiais compartilhados, aliás, estão entre as pendências a resolver, enquanto contabiliza algum saldo positivo ou negativo nas contas conjuntas, heranças, empréstimos, financiamentos, impostos, dívidas, comissões, cartões de crédito, investimentos etc. Outra questão são as afinidades e as diferenças na intimidade, que precisam de equilíbrio.

 

A coisa está movimentada na área dos relacionamentos, tanto os íntimos quanto profissionais. Vênus ali é um fator de atração, um forte desejo de estar junto, mas Marte lhe fazendo oposição não é confortável. Então a relação com associados, parceiros, clientes e concorrência pode estar enfrentando divergências, a não ser que esteja rolando de conjugar forças por objetivos e interesses em comum. Até aqui, muitas fantasias e ilusões foram desfeitas conforme você pôde conhecer mais de perto certas pessoas, inclusive seu par, mas outubro começa com aspectos mais práticos, com maior possibilidade de colaboração, de chegar a um entendimento que beneficie a todos os envolvidos, e maior afetividade também. A Lua cheia em Áries no dia 5 será um momento instável. É possível que eclodam conflitos, cortes e rupturas, se é que já não irrompeu nada nesse sentido. Cuidado com a ansiedade, ocorrências demandarão tato e diplomacia pra evitar danos. O que não puder ser evitado, aceite e mantenha sua integridade. Você terá seus ganhos nesse processo todo, vibre por eles! Os dias após o clímax lunar ainda demandarão revisão de acordos.

 

O ingresso de Júpiter em Escorpião no dia 10, onde transitará até novembro de 2018, já vai apresentar novas oportunidades de desenvolvimento. Sim, outros caminhos irão se abrir, é hora de assumir um novo direcionamento na vida. Júpiter é um planeta de sorte e expansão. Esse trânsito favorece o campo do conhecimento, da cultura, das viagens, da busca pelo sentido da vida, confere maior abertura ao espiritual. Muitas verdades por descobrir! Como Júpiter rege essa área do horóscopo, ele está se sentindo em casa. O lado negativo de Júpiter é sempre a tendência aos excessos; nesse caso, há risco de sonhar sem os pés na realidade, de ser megalomaníaco, dogmático, fanático, de se deixar levar por supostos prazeres e ficar meio perdido.

 

O autoconhecimento seguirá mais fundo conforme Vênus entrar em Libra no dia 14, pra tratar dos desejos mais íntimos e favorecer as finanças, pois ela atrai ganhos. Novo ciclo começará no dia 19 com a Lua nova em Libra, pra mudar seus próprios padrões. Marte chega a Libra no dia 22, catalisando as mudanças que já estão sendo processadas internamente. A partir disso, elas serão notadas. A agressividade poderá ser um problema se você não cuidar do que incomoda – autocontrole será necessário. Vigiar os gastos, também. Nos últimos dias do mês, revelações sobre os novos rumos.